Imagem de mulher usando óculos novos. para representar se adaptar a óculos novos

4 dicas para se adaptar aos óculos novos

Óculos de Grau
28 fev
0
comentários

Quem usa óculos de grau sabe que, ao trocar de lentes, há um período de incômodos de que não dá para escapar. Para quem vai usar óculos pela primeira vez, pode até haver um susto. Afinal o que era para melhorar a visão causa estranhamento e possivelmente até sintomas mais intensos.

Pode parecer que, mesmo seguindo a receita do oftalmologista à risca, de nada adiantou e até piorou! Mas calma, isso é apenas um período de adaptação aos óculos novos, que todos podem ter ao usar pela primeira vez ou ao mudar de lente.

É normal ter período de adaptação?

Sim, é super normal! Isso porque ao colocar os novos óculos, leva um tempo para os olhos se acostumarem às novas condições. As lentes de correção auxiliam na nitidez dos objetos e o estranhamento e possíveis sintomas surgem pela diferença entre como se via antes e depois de usar os óculos. 

Dores de cabeça, enjoos e tontura são os sintomas mais comuns desse período de adaptação. Geralmente, eles duram cerca de 7 dias, que é a média de tempo que leva para os olhos se acostumarem com as novas condições de visão. 

Os sintomas ocorrem com mais intensidade em mudanças mais bruscas, como grandes alterações de grau. Agora, se esses sintomas permanecerem além do período de normal de adaptação aos óculos novos, é bom buscar ajuda com o oftalmologista que prescreveu as lentes para entender se está tudo certo. 

Por mais inevitável que essa transição seja, há algumas precauções que podem ser tomadas. A seguir você confere algumas dicas de como se adaptar aos novos óculos mais rapidamente. Confira!

4 dicas para se adaptar melhor aos óculos novos

1 – Confira se as lentes estão de acordo com a receita

O primeiro passo para evitar maiores desconfortos no período de adaptação dos seus novos óculos é ter certeza de que as lentes feitas pela ótica estão de acordo com a receita médica. 

Para isso, a melhor maneira é levar seus óculos ao oftalmologista para ele conferir se o grau das lentes está de acordo com a sua necessidade.

2 – Ajuste a armação ao seu rosto

Hoje existem os mais diversos tipos de armação no mercado, mas não adianta ter estilo se seus óculos causam incômodo na visão. Por isso é preciso atenção na hora de escolher a armação correta.

O tamanho é um quesito importante para o conforto na visão. As hastes devem se fixar bem atrás das orelhas e a ponte, parte que fica sobre o nariz, deve ficar confortável. Além disso, é possível fazer pequenos ajustes na armação para garantir que a DNP (Distância Naso Pupilar) esteja correta.

A DNP é a medida que garante que as lentes estão centralizadas no seu rosto, a partir da distância entre cada pupila e o centro de seu nariz. Com essa medida feita corretamente, a chance de incômodos na adaptação dos novos óculos diminui muito.

3 – Use os óculos pelo máximo de tempo que conseguir

A persistência ajuda muito na superação desse estranhamento inicial com os novos óculos. Usá-los pelo maior tempo possível, mesmo que com leve incômodo, ajuda seus olhos a se acostumarem com as novas lentes mais rapidamente. 

E nada de voltar aos óculos antigos! Isso só irá confundir seu cérebro de prolongar a adaptação.

4 – Mantenha as lentes sempre limpas

Manter as lentes limpas é essencial durante todo o período de uso dos óculos, mas é ainda mais importante no início. As manchinhas de sujeira que se acumulam nas lentes atrapalham na visão e podem prolongar o tempo que leva para seus olhos se adaptarem às novas lentes.

Vale reforçar que, se os incômodos na visão persistirem para além do período habitual, é indicado retornar ao seu oftalmologista. Com a ajuda de um profissional, você vai poder saber se suas novas lentes foram feitas corretamente e se você precisa tomar alguma outra medida por conta dos sintomas.

A escolha de novos óculos é um momento importante que merece toda a atenção. Busque saber mais sobre tudo que há de mais atual sobre óculos no nosso blog!

Deixe seu comentário