Estrabismo: como identificar e corrigir a doença?

Estrabismo: como identificar e corrigir a doença?

Saúde dos Olhos
03 jun
0
comentários

O estrabismo é uma condição que afeta cerca de 3% da população mundial, de acordo com dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Neste post iremos informar um pouco mais sobre o problema e a importância de procurar um médico para avaliação!

O que é estrabismo?

O estrabismo é um distúrbio de desvio dos olhos, também conhecido como “olho torto”. No entanto, nem sempre ele representa dificuldade para enxergar, apesar de muitas pessoas sentirem a visão embaçada devido a condição. 

Tipos de estrabismo

O estrabismo tem algumas variações, podendo ser dividido em:

  • Convergente ou esotropia: olho se desvia para dentro, voltado ao nariz.
  • Divergente ou exotropia: o desvio é para fora, voltado à lateral do rosto.
  • Vertical ou hipertropia: um dos olhos se volta para cima ou para baixo.
  • Paralítico: quando o músculo paralisa e o desvio é variável.
  • Alternante: os dois olhos podem apresentar desvio, sendo em cada momento um.
  • Intermitente: quando o desvio não é constante. Ocorre só às vezes.

Quais são os sinais deste problema?

A pessoa que tem estrabismo pode não se dar conta da situação. Muitas vezes quem nota são os demais, que convivem com ela.

O maior sinal do problema é quando se observa que os olhos não se voltam para a mesma direção ao olhar. Um deles, involuntariamente, pode se desviar ligeiramente para outro lado.

Essa diferença pode ser mais gritante, dependendo do nível do problema.

Esse desalinhamento pode causar também um incômodo estético.

Quais são as causas do estrabismo?

Em geral, o estrabismo pode ser causado por algum tipo de lesão no nervo ocular ou simplesmente por uma disfunção do músculo da região.

No entanto, somente o médico especialista é capaz de analisar o motivo em cada caso. Por isso, a consulta com oftalmologista é indispensável.

Ele irá avaliar o que acarreta o problema e inclusive se há alguma outra condição que afeta o olho ao mesmo tempo.

Como o problema pode ser corrigido?

Diagnóstico

Mais uma vez é importante reforçar que somente um médico qualificado pode fazer o diagnóstico, por observação clínica ou solicitação de exames específicos, como o de motilidade ocular, e indicar o tratamento mais recomendado para cada caso.

Possíveis tratamentos

Dentre as medidas possíveis estão o uso de tampão ocular, pelo tempo indicado pelo oftalmologista e segundo suas orientações. Essa ação pode estimular o olho que não fica alinhado ou possui visão comprometida. 

Quanto mais cedo o problema for detectado, maiores são as chances de correção. Por isso é importante procurar um médico quando perceber os sinais. Em menor proporção, cirurgias podem ser indicadas também.

Embora possa ser tratado em qualquer idade, os resultados costumam ser melhores quando isso é feito cedo. O estrabismo pode inclusive ser um dos problemas de visão na infância e descobri-lo o quanto antes pode ajudar a diminuí-lo.

Há casos em que o uso de óculos próprios para tratar a condição pode ser indicado pelo médico. Sempre consulte-o para identificar esse ou outros possíveis distúrbios na visão e não desista do tratamento. Mesmo que isso exija um período de adaptação.

Este conteúdo te ajudou a esclarecer o que é estrabismo e a importância de procurar um profissional para tratá-lo? Aproveite para se informar sobre mais assuntos pelos conteúdos do blog.

Deixe seu comentário