Lentes Líquidas - Ponto de Visão

Cientista cria óculos com lentes líquidas que corrigem qualquer problema de visão

Novidades
17 abr
0
comentários

Cientistas hoje trabalham para desenvolver óculos inteligentes que possuam câmeras, façam conexão com a internet e tenham outras facilidades.

Já o argentino Carlos Mastrangelo, que trabalha na Universidade de Utah, nos Estados Unidos, procura trazer para o mercado óculos com lentes líquidas capazes de corrigir qualquer grau instantaneamente.

É isso mesmo. O professor Mastrangelo é inventor de um óculos inteligentes que possuem lentes feitas de borracha de silicone transparante, muito finas e elásticas, capazes de se adequarem sozinhas às necessidades da visão do usuário.

Como funcionam as lentes líquidas

Com óculos especiais que possuem conexão via bluetooth com outros dispositivos eletrônicos, o próprio óculos é capaz de identificar o problema que a pessoa possui. Identificando isso, as lentes vão se moldando sozinhas às necessidades de visão do usuário de acordo com a necessidade.

O acessório também conta com uma bateria que alimenta os processos das lentes e conexão e um microcontrolador responsável por movimentar as lentes para estabelecer foco em diferentes distâncias.

Com essas lentes, a pessoa não precisa colocar óculos para ver de perto e tirá-los para enxergar longe, por exemplo. A própria curvatura da lente se adequada à necessidade de foco.

Questão de necessidade

A ideia para a criação das lentes líquidas adaptáveis surgiu com a necessidade do próprio Mastrangelo. Ele, que precisa usar óculos para enxergar objetos próximos e sempre os tira para enxergar o que está longe, passou a se incomodar muito com essa atividade de tirar e colocar o tempo todo.

Mesmo com as lentes bifocais, que teoricamente se adaptam aos diferentes níveis de foco e distâncias, não são muito eficientes já que podem restringir a visão dependendo da distância do objeto.

Lentes Líquidas - Ponto de Visão

Lentes contam com sensores e microcontroladores que alteram a curvatura da lente de acordo com a necessidade de foco. Imagem: BBC.

É aí que passou pela cabeça do professor Mastrangelo a ideia de criar lentes que se adaptassem às necessidades do usuário, principalmente à distância que ele estava do objeto que procura focar.

Assim, com sua equipe de profissionais da Universidade de Utah ele desenvolveu óculos inteligentes com lentes líquidas que se adaptam automaticamente às condições e problemas de visão de quem está usando.

Por enquanto, os cientistas estão trabalhando para diminuir o volume e peso dos óculos – ainda bastante incômodos -, deixá-los mais eficientes e melhorar sua autonomia. A expectativa é que se torne um produto de mercado em dois ou três anos.

E aí, será que veremos essas novidades logo por aí? Assim que aparecerem, essas lentes com certeza já estarão aqui na Ponto de Visão, pode apostar. Continue acompanhando nosso blog para mais novidades!


Com informações de BBC.

Deixe seu comentário